0
¥0

現在カート内に商品はございません。

A ousadia do poema - Ensaios sobre a poesia moderna e contemporânea brasileira -- Costa Lima, Luiz

¥8,888 税込
商品コード: 192020
カートに追加しました。
カートへ進む
商品コード(SBC): 192020
ISBN13: 9786557111246
サイズ: 13.5 x 21 x 2.5 cm
頁 数: 400 pgs.
重 量: 0.54 kgs
装 丁: paper cover
出版社: UNESP-Universidade Estadual Paulista
発行年: 2022
発行地: São Paulo
双書名: 

PDFリンク: ※ 詳しくはこちら (PDF追加情報)
Descripción:
Muitos consideram que o interesse geral por poesia vem declinando nas últimas décadas. Na verdade, desde o século XVIII, em paralelo ao crescimento do fascínio do público pela prosa romanesca, o espaço ocupado pela poesia nas prateleiras dos leitores foi ficando mais restrito. E, ao ajustarmos as lentes para o cenário literário brasileiro, tal tendência se acentua a partir do século XIX, talvez em função da necessidade da monarquia então estabelecida de convocar os letrados que formavam a inteledualidade no país para a justificaçâo da autonomia política. É esse o pressuposto de que parte Luiz Costa Lima, referência brasileira em estudos literários, na elaboração deste volume, que parte da investigação contextual para se aprofundar em estudos de caso que iluminam para o leitor alguns caminhos da lírica brasileira.

O livro se compõe de duas seções, ‘A poesia consolidada’ e ‘Alguns contemporâneos’ Da fina seleção contemplada na primeira, entram Bandeira - com quem Costa Lima faz uma espécie de acerto de contas, por não o haver incluído em obra anterior, Lira e anti/ira (1968) -, Drummond, Sebastião Uchoa Leite e João Cabral de Melo Neto. Em relação a João Cabral, passando longe de abordagens tradicionais ou óbvias, o autor se debruça sobre opções estéticas e elementos de modernidade na produção do autor de Morte e vida severina, contrastando-a com a produção de nomes como T.S. Eliot, Stéphane Mallarmé e Joseph Frank. Na chave contemporânea, o autor se debruça sobre nomes da produção recente da poesia brasileira, sendo alguns deles autores em franca produção.

Com A ousadia do poema, Luiz Costa Lima apenas ratifica a dimensão maiúscula de seu pensamento no campo da teoria literária brasileira. Esta publicação procura, por sua vez, contribuir para que as palavras do autor na introdução da obra não se façam proféticas: ‘Com exceção do romance, tanto a obra poética quanto a teórica correm o risco de que seus títulos nem sequer sejam conhecidos pelo leitor’.
Ao contemplar poesia e teoria, este livro combate nas duas frentes.


Luiz Costa Lima é crítico literário e professor emérito da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Publicou importantes livros de ensaios, entre cies Mímesis e a modernidaáe (1980), Vida e mimesis (2000), O controle do imaginário e a afirmação do romance (2009) e Frestas: a teorização em um país periférico (2013). Pela Editora Unesp, publicou, em 2017, Melancolia: literatura e, em 2021, O chão da mente: A pergunta pela ficção.

カテゴリ一覧

ページトップへ

この商品のレビュー ☆☆☆☆☆ (0)

レビューはありません。

レビューを投稿